Nos passos de Santa Teresa

Um grupo de jovens da paróquia da Encarnação, na Vigararia de Mafra, participou, no passado mês de agosto, em Ávila, no Encontro Europeu de Jovens, por ocasião da celebração V Centenário do nascimento de Santa Teresa de Ávila. Publicamos o ‘diário’ da peregrinação.

texto por padre João Vergamota; fotos por grupo de jovens da Encarnação

«Em tempos difíceis, amigos fortes de Deus» foi o lema do Encontro Europeu de Jovens que decorreu em Ávila, entre 5 e 9 de Agosto. Este encontro, promovido pela Conferência Episcopal Espanhola, quis juntar os jovens europeus na celebração do V Centenário do nascimento de Santa Teresa de Ávila.
Da paróquia da Encarnação, Vigararia de Mafra, estiveram presentes dezoito jovens que acolheram o desafio de seguir os passos de Santa Teresa. A primeira paragem foi em Portugal, para a oração do Terço e consagração a Nossa Senhora, no Santuário de Vila Viçosa. Em Espanha, o primeiro destino foi Talavera de La Reina para umas ‘pré-jornadas’. Serviu para conhecer melhor a vida e a obra de Santa Teresa. O grupo foi recebido no convento das Irmãs Agostinhas, onde se encontram duas freiras naturais da paróquia da Encarnação, e uma cujos pais são também da mesma paróquia. O encontro enriqueceu o dia com os testemunhos de como tinha sido deixar tudo para seguir Jesus.

Descobrir Deus
Dia 5 de Agosto foi dia de continuar a peregrinação para Ávila. Neste percurso, a primeira paragem foi no Carmelo de Arenas de San Pedro, fundado por Santa Maravilhas de Jesus, para conhecer as Irmãs Carmelitas, testemunho vivo da obra de Santa Teresa.

Chegados à cidade de Ávila, os jovens prontamente se instalaram no Colégio Pablo VI, que a organização lhes tinha destinado. Eram companheiros de alojamento, para além de muitos espanhóis, de jovens de Malta e da Polónia! Este dia ficou marcado pela cerimónia de abertura do Encontro Europeu de Jovens, com música, convívio e oração. Nessa noite esteve presente D. Jesus García Burillo, Bispo de Ávila, que deu oficialmente as boas vindas aos seis mil jovens ali reunidos. O dia seguinte, primeiro dia do encontro, começou com uma manhã de retiro, junto do Santíssimo Sacramento. Reunidos com outros jovens realizaram o itinerário ‘Moradas’ (um dos três itinerários propostos pela organização), para descobrir Deus que habita no «castelo interior» da nossa alma! Esta manhã, orientada por D. Francisco Cerro Chaves, Bispo de Cória-Cáceres, terminou com a celebração da Eucaristia.

A tarde foi dedicada a visitar a Exposição ‘Las Edades del Hombre’, sobre a vida de Santa Teresa, tendo terminado o dia com um espectáculo de projecção de som e luz na muralha contando a história de Santa Teresa e das suas fundações ao largo de toda a Espanha.


A vida de Santa Teresa
Sexta-feira de manhã, 7 de agosto, foi tempo de estar com uma associação de apoio a pessoas com deficiência, onde os jovens experimentaram pôr-se na pele de quem tem alguma dificuldade física para realizar os gestos do dia-a-dia. Depois desta actividade seguiu-se a Feira Vocacional, onde o grupo pôde conhecer, no testemunho directo, com os religiosos e religiosas lá presentes, a grande diversidade e riqueza de vocações e serviços que o Espírito Santo suscita na Igreja.

A tarde foi dedicada ao ‘Itinerário Caminho’, percorrendo os locais mais importantes de Santa Teresa: o Convento da Encarnação, onde entrou como Carmelita e de onde saiu para iniciar a sua reforma; o Convento de São José, o primeiro que fundou seguindo a sua reforma, e a Casa onde nasceu. Neste dia a Eucaristia, na Igreja de São Pedro, foi presidida por Ángel Javier Pérez Pueyo, Bispo de Barbastro-Monzon, que convidou todos os jovens a serem Santos…dizendo que “ser menos que santos é pouco para nós!”. O dia terminou com convívio e concertos de vários grupos cristãos.

Sábado foi dedicado ao itinerário ‘Vida’, numa manhã de reflexão com D. Ciriaco Benavente Mateos, Bispo de Albacete, sobre os tempos históricos em que viveu Santa Teresa. O encontro terminou com a Eucaristia, na Igreja da Sagrada Família. A tarde foi reservada para fazer artesanato e realizar uma gincana à volta das muralhas, onde houve actividades radicais, sempre ligadas a algum tema espiritual.

A última noite do encontro foi dedicada à Vigília de Oração, que juntou todos os jovens, num silêncio impressionante, à volta de Jesus Sacramentado. Dirigiu essa oração D. Xavier Novell i Gomà, Bispo de Solsona, um dos mais jovens bispos de Espanha. Nessa noite afirmou algo muito importante, e de forma original: “Deus é como o Wi-Fi, e nós o telemóvel…sem Ele não funcionamos!”

E por fim chegou o Domingo, dia da despedida, cujo ponto alto foi a Eucaristia de encerramento, presidida pelo Cardeal Ricardo Blázquez, Arcebispo de Valladolid, e presidente da Conferência Episcopal Espanhola, organizadora do encontro. Todos os jovens saíram deste encontro cheios de alegria pela experiência vivida e com vontade de ser, “nestes tempos difíceis, amigos fortes de Deus”.


Comentários

comentários

Outras Notícias
© Copyright - Juventude-Patriarcado de Lisboa Desenvolvido por Pixelminds | Communicating Brands