Temas para as próximas Jornadas Mundiais da Juventude

A Santa Sé divulgou os temas para as próximas Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), que se vivem nas dioceses até ao encontro mundial no Panamá em 2019, e convida os jovens a refletir sobre a Virgem Maria.

‘O Todo-poderoso realizou grandes coisas em meu favor’ é o tema para o próximo ano, 2017, para a 32.ª Jornada Mundial da Juventude.

Para 2018, o Papa Francisco escolheu viver-se a JMJ diocesana sob o lema ‘Não temas, Maria, porque encontraste graça junto de Deus’.

No ano seguinte, em 2019, todas as direções são para a 34.ª Jornada Mundial da Juventude que se realiza no Panamá com o tema ‘Eis a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra’.
“Os três temas anunciados têm como objetivo dar uma conotação mariana forte ao itinerário espiritual das próximas JMJ, recordando ao mesmo tempo a imagem de uma juventude a caminho entre passado (2017), presente (2018) e futuro (2019), animada pelas três virtudes teologais: Fé, caridade e esperança”, divulga a Sala de Imprensa do Vaticano.
À Rádio Vaticano o responsável pelo setor da Juventude do Dicastério para Leigos, Família e Vida , Padre João Chagas, destacou que “é a primeira vez” que a preparação para um encontro mundial de jovens “terá todo o percurso mariano”.

“Já tivemos, em todo esse percurso de mais de 30 JMJ’s, duas vezes em jornadas celebradas em nível diocesano, os temas marianos mas nunca houve um tema mariano numa Jornada Mundial internacional”.

“Desta vez vamos ter três seguidos, todo um caminho mariano, uma grande alegria, uma grande bênção: sabemos como o nosso povo e nossa juventude tem um carinho especial pela mãe de Deus”, acrescentou o sacerdote brasileiro.

As Jornadas Mundiais da Juventude nasceram por iniciativa do Papa São João Paulo II depois do encontro no Ano Internacional da Juventude realizado em Roma, em 1985.

Cada JMJ é celebrada, anualmente, a nível mundial, em todas as dioceses, no Domingo de Ramos, intercaladas com um grande encontro internacional a cada dois ou três anos: em 1987, Buenos Aires (Argentina); em 1989, Santiago de Compostela (Espanha); em 1991, Czestochowa (Polónia); em 1993 em Denver (EUA); em 1995, Manila (Filipinas); em 1997, Paris (França); em 2000, Roma (Itália); em 2002, Toronto (Canadá); em 2005, Colónia (Alemanha); em 2008, Sidney (Austrália); em 2011, Madrid (Espanha); Rio de Janeiro (Brasil), em 2013; e Cracóvia (Polónia), em 2016.


Comentários

comentários

Outras Notícias
© Copyright - Juventude-Patriarcado de Lisboa Desenvolvido por Pixelminds | Communicating Brands