Transfigurados pelo Senhor: pela Cruz a caminho da Páscoa

No fim-de-semana de 22 a 24 de Fevereiro, teve lugar, no Rodízio, o retiro da Quaresma promovido pelo Serviço da Juventude, desta vez conduzido pelo Padre Filipe Santos, director espiritual no Seminário de São José de Caparide. Foram 32 os jovens que aceitaram o convite de subir ao monte Tabor para conhecer Jesus mais de perto. Viveram-se dias de uma profunda intimidade com o Senhor, como nos partilha a Ana Teresa Nicolau da paróquia de Queijas:

«Foi no segundo fim-de-semana da Quaresma que nos reunimos na casa de Retiros de Santo Inácio, para o retiro organizado pelo Serviço da Juventude do Patriarcado de Lisboa. Que maneira tão simples e comum de começar quando se escreve algo assim! E tudo isto seria natural, se tivesse sido também um retiro normal, igual a tantos outros a que fui. Esperava momentos de reflexão, seguidos de momentos de grupo para discussão, e uma partilha final. Eu achava mesmo isto ainda antes de chegar.

No entanto, e para meu espanto, apercebi-me, depois de me perder no caminho e de conseguir chegar mais de uma hora atrasada, que a proposta inicial do Pe. Filipe passava por, em silêncio, subir ao monte e conhecer Jesus tal e qual como é. Parecia simples, directo, bastante fácil de o fazer. Mas não. Foi um dos retiros mais profundos e difíceis que fiz, não só pela força do encontro com Deus, mas também pelas repercussões que isso trouxe à minha vida.

Não foi de todo um retiro de grupo, mas sim um retiro de reflexão interior, de procura de Deus, de Jesus, e sobretudo de discernimento para a minha vida. Ainda há muito a fazer, muito para reflectir. Há muito mais para além do encontro com Deus no cimo do monte, mas é sobretudo da intensidade desse encontro que consigo acreditar na alegria de abraçar a cruz e na alegria de ser cristão.

E tudo isto foi possível pela maneira frontal e suave com que o Pe. Filipe se dirigiu a cada um de nós, e que fez com que abalasse o nosso mundo. Acredito de coração que todos os jovens que passaram por este retiro transformaram de alguma maneira a sua vida, nem que seja pelas dúvidas que se colocaram.

Obrigada ao Pe. Filipe por nos ter ajudado. Obrigada a todos os presentes do Serviço da Juventude do Patriarcado de Lisboa por terem tornado possível este momento. E obrigada a Deus pelo dom da vida e por nos presentear com pequenos e grandes montes que subimos todos os dias.»


Comentários

comentários

Outras Notícias
© Copyright - Juventude-Patriarcado de Lisboa Desenvolvido por Pixelminds | Communicating Brands